quinta-feira, 18 de julho de 2019

Pleasures....Come-me o Cú todo!

Anda, toca-lhe!
Sente-lhe a vontade, diz-lhe que estás aqui e que queres entrar.
Prova-o, sente-lhe o sabor, certifica-te o quanto me deixas excitada quando percebo que te diriges a ele...por todo o lado transbordo tesão.
Vem.... lambuza-o prepara-o para te receber.
Espreita e sente-o a palpitar...atesta-lhe a entrada...sente como te quer...todo lá dentro.

Ele sabe que o quero todo lá dentro!
É ele que me lambe,
 mas sou eu que o chupo como uma boca gulosa.....das que querem sempre mais.


É pouco o que lhe dás.  Quer TUDO,  quer que o enchas todo....é um grito surdo que ecoa sem cessar.
Encosta-te a ele e prepara-te. Vais dar-lhe o que ele quer!

Estou pronta....vem. Entra devagar.

Não escondo a minha vontade. Posiciono-me, abro-me toda e forço a sua entrada.
É inexplicável o que sinto enquanto o meu corpo se molda à sua forma.
Absorta por um misto de prazer e dor que me invadem o corpo...escorro de prazer enquanto sinto o seu corpo a conquistar lentamente o espaço que lhe pertence dentro de mim.


Sente como me abro para ti, como me moldo ao teu tamanho...
Anda devagar...mete mais um pouco, mete!
Ohh!!! Gosto tanto de te sentir a entrar em mim!

Agarro com força a réstia de racionalidade que me resta e controlo o ritmo da sua entrada.
No meu corpo trava-se uma luta entre a dor de o sentir a entrar e o prazer de o receber.
Não é uma dor normal...é uma dor que puxa, que dá tusa, que pede mais, e mais...
Relaxo, desfruto e recebo-o de corpo e mente totalmente escancarada.


Não tenhas pressa, entra, mas entra devagar.
Sentes como o meu cú se abre todo para ti? Sentes como te quer engolir todo?!?
Mete esse pau duro dentro de mim!
Vem...entra mais fundo, enterra-te aqui!

A cada investida ganha mais um pouco de terreno dentro de mim e desvanece-se a dor,
Perde-se a intensidade mas o prazer é cada vez maior!
A parte mais intensa de uma relação anal é a inicial, 
a entrada, o desbravar terreno dentro do meu corpo.
Por isso...não tenho pressa, aproveito tudo, prolongo o mais que posso.
Até que me rendo e me entrego toda.


Ohhh! Já está! Já entraste! Estás todo cá dentro!
Sente como te engulo todo.
O teu pau é feito para mim! Quero-te todo...todo para mim!
Anda, fode-me toda!
Gosto tanto de ter o teu pau todo enterrado em mim!
Anda, fode-me com força!
Come-me! Come-me o cú todo!


Depois da batalha da entrada 
posso esquecer por completo a racionalidade e entregar-me totalmente ao prazer. 
Depois do corpo se moldar à forma que o penetra,
 não importa muito até onde chega, o quão fundo vai. 
Importa, isso sim, a cadência e a força.
Gosto com força, à bruta! A desafiar os limites do corpo.



Tira tudo e enterra-te com força!
Deixa-me sentir-te a entrar todo dentro de mim!
Mais fundo, mais forte!
Rebenta-me o cú todo como tu sabes!
Vou-me tocar, encher a cona toda com os dedos enquanto tu me comes o cú!
Tu fodes-me, mas eu também me fodo!
Gosto assim, toda cheia!
Não pares! Fode-me! Fode-me mais!
Ohhh vou-me vir! Vou-me vir do cú!
Vou-me vir toda!


Quando o sexo anal é bom (tal como deve ser) 
sinto uma vontade incontrolável de encher a vagina com alguma coisa. 
O tesão da penetração anal provoca uma lubrificação enorme na vagina e
 literalmente escorro desejo.
Por isso não me coíbo, meto lá qualquer coisa que esteja à mão.
Faço-o sempre quando me sinto quase a atingir o clímax, 
nem que seja apenas com os dedos, até porque intensifica a sensação do orgasmo.  
Um orgasmo anal é o mais forte e pujante que se pode sentir.
É a sensação mais intensa que uma mulher pode obter do seu corpo e (na minha opinião) a melhor!


Come-me o Cú todo! que eu adoro!

And you, do you like anal sex?


4 comentários:

  1. HUMMMMM...adoro devorar....um BOM cu...
    Digamos que o rabo feminino....um certo tipo de rabos....deixa-me completamente louco de tesão...
    Obrigado pelo "teu" comentario no meu blog
    Kiss...

    ResponderEliminar
  2. Ahhh minha querida Estrela!
    Li e reli o teu post...
    Fiquei duro... latejante...
    O prazer que transmites é contagioso!
    Imaginei-te assim, preenchida, eocostada a mim.
    Se gosto de sexo anal?! Adoro!
    Adoro as expressões de surpresa e de prazer a que dá origem...
    Adoro dar prazer...
    Um beijo!

    ResponderEliminar
  3. Foder é uma arte milenar e as mulheres sabem sempre quem está a penetrá-las. Sabem sempre se estão a fazer amor com elas, ou se as estão simplesmente a foder. A épica arte da foda não é para quem quer, é para quem sabe, pode, quem consegue, quem sente.

    ResponderEliminar