sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Feelings....Puta da Saudade!

Deitei-me no sofá que já foi a nossa cama e acendi a lareira para me aquecer o corpo frio na noite de inverno.
Enrosquei-me na almofada riscada onde o teu cheiro já se mistura com o meu de tanto a roçar em mim....
Sinto-te a falta....
Sei que te escorracei, e agora....contorço-me no vazio e aconchego-me nas memórias mas....não me chega!
Sinto um calor a invadir-me o corpo mais forte do que as labaredas que ardem aos meus pés.
Sinto a escorrer de mim um liquido mais quente do que o whisky que me queima a garganta a cada golada.
Deixo as mãos percorrerem-me o corpo a lembrar a doçura com que a tua língua me eleva à loucura.
Há em mim um vazio que me rasga num misto de revolta e carinho....e tento preenche-lo com os dedos que me esventram dobrados à procura do que me fazes sentir quando me completas.
Junto mais um e mais outro, rebolo-me...fodo-me com fúria....mas não chego lá.
Engano o corpo mas.....não engano o coração.
Sinto-te a falta....
Rendo-me vencida....e deixo-me ficar encarquilhada, numa concha mutilada.

Puta da Saudade!
listening

25 comentários:

  1. Beijinho grande,
    Sei do que falas... Vive-te. O passado ficou lá atrás...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Somos o que vivemos AC...e há passados que voltam, felizmente :)

      Beijo *Estrela*do*

      Eliminar
  2. https://www.youtube.com/watch?v=pb1zv2SYEWQ

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Digamos que o Camané não é bem a minha onda Duckman....e ciúme é um sentimento feio, mas percebo a intenção e gosto sempre quando me dão música :)

      Beijo *Estrela*do*

      Eliminar
    2. Estrela, põe então de lado o Camané e atenta no poema:

      Se não matas a saudade
      Quando morres de vontade
      De pôr à saudade fim
      É talvez porque preferes
      Ter da saudade o que queres
      E não me pedes a mim

      A saudade em que me deixas
      É penhor das tuas queixas
      Por não dizeres a verdade
      Bastava que me pedisses
      De cada vez que me visses
      O que pedes à saudade

      O que dás, se me não vês,
      Não consigo que me dês
      Por timidez ou vaidade
      E a saudade que vais tendo
      Com ela vives, morrendo
      P'ra me matares de saudade

      Talvez seja o que tu queres
      E é por isso que preferes
      A saudade em vez de mim
      Morrendo os dois de saudade
      Temos toda a eternidade
      P'ra pôr à saudade fim

      A intenção não foi somente a de "dedicar" uma música, mas uma que tivesse a ver com o sentimento que descreves no texto e que, está no poema da musica. ALiás, basta olhar para as duas primeiras estrofes do poema.

      Quanto à tua onda que por acaso também é a minha onda, e essa onda está dedicada à tua pessoa no meu blog. Não fiz tal dedicatória para obter fosse o que fosse por isso nunca to disse, mas agora, veio a propósito, por isso, fica a menção:

      http://itsnotyouitsme-mp.blogspot.pt/2014/02/para-estrela-pleasures-com-direito-foto.html


      Agora, na minha humildade, "retiro-me", tenho noção que há aqui pessoas melhor conhecedoras das tuas palavras e sentimentos.

      beijos.
      João

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Gosto muito de você Leãozinho....

      Eliminar
  4. Foda-se, como eu percebo tão bem o que escreves!

    Tu sabes...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foda-se Inês...como tu me lês para além das palavras!!!

      Beijo assim gigante a brilhar para ti

      Eliminar
  5. Ohh!!!
    Sento-me observando-te...

    Um beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Be my guest Pedro M :)

      Beijo *Estrela*do*

      Eliminar
  6. Puta de saudade realmente, eu não diria melhor...Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sei que tu sabes PM....Mas o que não nos mata, torna-nos mais fortes!

      Beijo *Estrela*do*

      Eliminar
  7. Respostas
    1. Conheço esse sussurro...seja qual for o seu nome ;)

      Beijo *Estrela*do*

      Eliminar
  8. Alturas em que só o toque certo nos satisfaz... esse sentir que preenche e deixa vazios!!!!
    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tu sabes das coisas MissM...That's it!

      Beijo *Estrela*do* em ti

      Eliminar
  9. Quando nos tornamos o dobro do que somos, metade do que éramos não chega :))
    Um beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tu tens o dom de dizer tanto com tão pouco Imprópria....Obrigada, é isso mesmo!

      Beijo *Estrela*do*

      Eliminar
  10. Versos maravilhosos ....
    Você não pode enganar o coração ...

    paz e amor
    1Manview

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os versos são no outro post 1manview, mas obrigada.
      O coração não dá para enganar mesmo....

      Beijo *Estrela*do*

      Eliminar
  11. o que já passou, passou... a vida são dois dias... sempre em frente.

    bj doce

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É sempre para a frente o caminho SinneR, mas as marcas também fazem de nós o que somos, e isso é bom.

      Beijo *Estrela*do*

      Eliminar
  12. mas uma achega solitária dá conhecimento da resistencia da alma e controle do corpo...queria ver

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho que por vezes chacina ainda mais a alma Vacil....mas é bom!

      Beijo *Estrela*do*

      Eliminar